Loading

Valmir Vilmar de Sousa

vevesousa1958@gmail.com

VOLTANDO AO TEMPO



Sentindo o cheiro da grama cortada

Lembrei de tempos idos

Minha infância no meu bairro

Na minha casa singela

A brincarmos na grama ressequida

Do calor do verão

Coça aqui, coça acolá

Que a bronca vai começar

A algazarra tem de terminar

Pois alguém vai nos surrar

Caminhando em volta

Dos cortes da grama

Aquele cheiro a me trazer lembranças

O caminhar tornou-se mais interessante

Mais inebriante

Esfuziante

Ah! Este cheiro da grama...


Valmir Vilmar de Sousa (Vevê) 20/02/20