Loading

Valmir Vilmar de Sousa

vevesousa1958@gmail.com

DIÁLOGO DE DOIS MANEZINHOS



- Ôoo...Noca me arrasta aquela rede pra mim. Tô com muita dor nas costa. Hoje de manhazinha na friagem fiz muito exercício com minha patroa. Tô que não aguento de dor. Acho que tô constipado.

- Ói,ói,ói...tás tolo Culica, com esta idade ainda dass no coro? Ontem mesmo estavas quase morto na canoa.

- Noca deixa de ser xirido. Não é nada do que tass pensando não vê que eu tô mudando de casa rapass. Minha patroa me ajudô, mass sabe que ela é muito fraquinha, então tive que fazer uma força danada. Ai minhas costa...

- A! tu não esprica. Tá bom vou arrastar a rede pra ti.

- Engraçadinho, e precisa espricá? Tu que pensou safadeza, respeita minha patroa.

- Tás tolo rapass, desde quando faltei com respeito com a tua patroa? Todo casal faz funha funha é normal. Senão como vão ter filho? Vocês não são diferente, ou tu acredita no conto da virgem Maria? Seu tanso.

- Ôoo...Noca eu vou dizer pro seu padre te confessar, acho que o tinhoso tá encostado em ti depois de tanta bobice que dissesse...

- Cruz credo, Culica não fala essas besteira. Fico todo arrepiado só de pensar, desculpa ter pensado outra cosa. Amanhã de manhãzinha vamo pro mar de novo, o Doca da tainha falou que tá vindo do Rio Grande uns cardume dos bom.

- Vamo sim, se eu tiver melhor das costa. Acho que vou na dona Cotinha pra ela me benzer de quebranto e também fazer umas massage dizem que ela tem umas mão de veludo. Parece que ela passa um óleo na pele da gente e rapidinho a dor passa ele é milagroso aquele óleo.

- Tu sabe onde anda o Leodoro?

- Leodoro? Não lembro quem é.

- ô... rapass tu não lembra? O filho da Isaurinha aquela, aquela lá do Sertão agora sabes quem é?

- Falasse do Sertão agora me lembro ela tinha uma quitanda na rua do Manequinha da gaita.

- Isso mesmo ele era um bom gaiteiro, pena que ele se foi deixando uma viuvinha tão novinha.

- É... Só Deus sabe o nosso destino. Mas me disseram que ela já casou de novo com o primo do seu delegado.

- Eita mulher de sorte.

- Rapass este tal de Leodoro não é aquele que fez mal à filha da Candinha deixando ela prenha de um menino?

- É o desgramado prenhou e a coitada ficou falada em toda a comunidade. Não consegue casar porque as família não quer ter uma nora já com filho e tudo. Sabe comé né. O seu padre com pena da coitada aceitou batizar aquele anjinho mesmo sem pai sabe que eu e a Ritinha somo os padrinhos, né?

- Não sabia tu nunca me falou.

- A Ritinha gosta muito daquela criança trata como fosse nosso filho. Ela diz que sente saudade de quando a Ninoca era pequena por isso ela dá confiança pro menino. Eu também gosto muito dele é como fosse meu neto.

- Vocês ainda não têm neto?

- Ainda não. Sabe a Ninoca foi trabalhar na cidade e lá o pensamento é outro. Ela diz que quer trabalhar, ganhar bastante dinheiro comprar uma casa grande e levar nóss para morar com ela, mas eu já disse que nóss não saimo daqui.

- Ela já casou?

- Que nada rapass diz prá nóss que não pensa nisso.

- Mas se ela não casar vai ficar pra titia e mal falada.

- Sabe nós já falamo prá ela cuidar em casar logo...sabe o que ela diz prá nós: “Moro na cidade, aqui as pessoas pensam diferente. Não me preocupo com o que as pessoas pensam, cuido de mim e pronto. Ninguém paga minhas contas”, bem assim ela falou prá nós. Ela é bem grandinha não vamos meter o bedelho na sua vida, se assim ela é feliz tá bom demais.

- Lá em casa a Santinha já tá fazendo o enxoval prá casar, mass só daqui a três anos. Já falei prá ela não demora muito senão vão chamar de titia, mas o rapass é trabalhador e também quer casar logo prá dá neto prá sua mãe que tá cobrando bastante. Eu também ficaria feliz se viesse um neto machinho.

- Noca amanhã vai ter clássico no campo da liga, vamo?

- Ô istepô...já te falei que não quero mais saber de futebol garrei nojo depois que o Avaí perdeu o campeonato praquele time do outro lado da ponte jurei nunca mais falar de futebol.

- Noca por que tanta raiva não sabe perder não? Sabes que somos o mais campeão do estado ah, ah, ah.

- Culica não me provoque nem gosto de falar o nome daquele time me dá nojo.

- Mofas com a pomba na balaia eu vou este jogo sim e olha o que vou fazer pra atazanar os teus amigos. Vou na loja, aquela que vende coisa de carnaval, sabes qual é? Vou comprar uns fios amarelos fazer de papelão o modelo da nossa taça enrolar ela com os fio amarelo que parece ouro e levantar no meio da torcida.

- Tás tolo quer apanhar quer? Não provoque a nossa torcida eles vão te dar uma camaçada de pau prá tu nunca esquecer mais. Não brinca com os sentimento dos outro.

- Ôi,oi,oi...ele acreditou. Tás tolo? Só quis gozar contigo acha que eu sou bobo pra fazer isso? Vou assistir o jogo sim, mas com maior respeito a torcida adversária mesmo porque eu vou tá na casa deles, seu tanso. Vou levar meu radinho de pilha prá ouvir o jogo pela Rádio Diário da Manhã, minha favorita.

Gol, gol, goooolll mais um final de clássico no campo da liga com um escore minguado de 1x0 para o Figueirense que continua a frente de seu maior adversário em títulos estaduais.


Valmir Vilmar de Sousa (Vevê) 28/05/19